sexta-feira, 9 de setembro de 2011


Carlos Miele revela o que vai aprontar para o FNO do Brasil e de NY

Carlos Miele é parceiro doFashion’s Night Out desde o começo da coisa toda, como você deve saber. Esse aliás é seu 3º evento – e em Nova York. Este ano, Miele também colocou suas filiais brasileiras para celebrar junto com a Vogue. Anote: a festa da moda acontece nas lojas do estilista no Shopping Cidade Jardim e no Pátio Higienópolis (dia 12, em SP) e no Shopping Leblon (dia 13, no RJ).
A sua tradicional M.Officer também vai comemorar o FNO, com coquetel, brinde especial e com a coleção do verão 2012, toda chegando no dia do evento. E de onde ele vai orquestrar tudo isso? Não daqui, mas de NY, onde lança no mesmo dia do FNO de SP a sua nova coleção, ‘Paisagem Imersiva’ durante a New York Fashion Week. No meio dessa penca de compromissos, o designer falou com o FNO BR sobre tudo isso que está agitando e deu preview do que vai ser a sua nova coleção. Veja abaixo os melhores momentos da conversa.
Fashion’s Night Out Brasil – Você já participou do FNO em Nova York. O que achou da experiência?
Carlos Miele - No ano passado fizemos uma festa brasileira em NY ao lado de Alessandra Ambrosio, Michelle Alves e Lorenzo Martone. Nesse mesmo dia foi gravado um episódio de Gossip Girl na minha loja e eles registraram imagens da festa, que também foram ao ar na TV. Foi uma mistura muito legal entre ficção e realidade, um clima que também envolve o evento, aproximando o público de celebridades, designers, durante uma noite muito especial.
FNO BR – O que acha do Brasil ter se juntado ao time de cidades do mundo a receber o Fashion’s Night Out?
Miele – A ideia de Anna Wintour, em resposta à crise econômica vivenciada em 2008, de criar um evento de caráter mundial para celebrar a moda e impulsionar a indústria do varejo foi excelente. No mundo todo a moda é um dos setores que mais gera empregos de mão de obra feminina, e isso é motivo para celebrarmos. Espero que o conceito do evento seja bem assimilado no Brasil e que ele atinja as mesmas proporções que os de Nova York.
FNO BR – Aqui no Brasil, Carlos Miele e M.Officer participam. O que vão fazer para o evento?
Miele – A Carlos Miele e a M.OFFICER anteciparão lançamentos da nova coleção de verão. Para a Carlos Miele, o grande destaque será a calça pantalona bicolor, que apresentei no meu desfile no Rio de Janeiro em maio e chega às lojas de SP e Rio exclusivamente para o FNO. Na M.Officer, o novo jeans flare, a saia de laise branca e um top de correntes chegarão nas lojas especialmente para o evento. Os clientes receberão em suas compras na M.OFFICER também uma ecobag personalizada e, na Carlos Miele, um scarf exclusivo; todos criados em edição limitada para o FNO.
FNO BR – E em Nova York, o que você preparou para o Fashion’s Night Out?
Miele – Este ano o Meatpacking District está bastante unido para que as comemorações sejam especiais para todos. Na minha loja teremos uma festa brasileira, com direito a caipirinhas e música brasileira.
FNO BR – Logo depois, semana de moda em NY. O que você pode nos adiantar da nova coleção?
Miele – O desfile da coleção ‘Paisagem Imersiva’ nasceu da ideia dos ambientes imersivos, tanto os naturais, como o fundo do mar, das águas e dos rios, quanto dos ambientes artificiais, que podem ser criados pela realidade virtual. Procurei um diálogo entre natureza artificial e a organicidade da mulher, promovendo uma fusão entre tecnologia e vida. Nesta coleção, criei uma beleza modificada com formas esculturais, silhuetas fluidas e alongadas e cores e estampas vibrantes. Paisagens perfeitas em um paraíso artificial. (NÔ MELLO)



Quando na dúvida entre uma estampa e outra, vá com ambas


Na dúvida entre uma estampa e outra, vá com ambas. É isso o que nos diz a tendência, que sugere o mix de diferentes padronagens para atualizar o jeito de se vestir com estampas. Foi isso o que fez a Shoulder com sua coleção de verão 2012, que mistura motivos florais, desenhos com jeito artsy e estampas animais – sendo a mais quente delas a de cobra, vale avisar – em um mesmo look. A campanha da coleção teve a top Cinthia Dicker como modelo, numa produção concebida pela Ferraz Moda, de Alice Ferraz e Ico Perosa. Na ficha técnica aparecem também o stylist Thiago Ferraz, o beauty artist Lavoisier e o fotógrafo (e colaborador recorrente das páginas de Vogue) Jacques Dequeker.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Amiga de todas as horas!!!!

As Jaquetas de couro, nunca saem da moda, são peças fundamentais que sempre fizeram sucesso com as mulheresdesde os anos 60, sendo muito usadas, e a cada ano são lançadas novas cores e tamanhos, todas com um design diferencial.Hoje em dia existem muitas jaquetas que possuem diversificadas cores uma para cada estilo de mulher, que as deixam mais elegante e sensual.
A vantagem de se adquirir uma jaqueta de couro de boa qualidade é que além delas durarem muito tempo, por serem de couro, elas podem ser usadas em qualquer ocasião, mudando somente algumas peças, para que faça uma combinação moderna, evitando parecer antiga.
Você Pode optar por modelos mais simples, ou por um modelo mais ousado contendo zíper e tachas.
Separamos quatro combinações com algumas dicas de como usar sua jaqueta de couro para formar um “look” incrível.
1º Combinação:
Jaquetas de couro caem bem se usadas com jeans escuro, com uma bota da moda.
2º combinação
Podem ser usadas com shorts nos dias mais frescos, com meia calça e uma sandália, acompanhadas de acessórios da moda.
Ou até mesmo sem a meia, dando um ar mais suave e sensual para um dia fresco.
3º combinação
Utilize a Jaqueta de couro por cima de um vestido colorido romântico e leve, e uma bota. Que resulta em um contraste Muito interessante e que quebra a leveza e o romantismo.
4º combinação
Utilize a jaqueta de couro por cima de uma peça básica ou com uma saia juntamente com uma sandália. Fica muito lindo também.
Tenha criatividade, use as com muito estilo e charme, sem perder sua feminilidade, abuse de acessórios e use sapatos da moda. 

Make!!


M.A.C se rendeu as belezas encontradas na nossa terrinha e desenvolveu umalinha de maquiagem. Trata-se da coleção Semi Precious, que fez das pedras semi-preciosas bronzita, turmalita preta, pirita dourada e lelipodita lilás sua principalmatéria-prima. Tem como resistir?
completíssima coleção conta com doze tons de sombra (que podem ser molhadas para potencializar a cor), máscara para os cílios, base mineral água revitalizante,loção para o corpo e quatro pincéis em edição limitada que possuem dois lados, um com cerdas naturais e o outro com cerdas sintéticas. É o máximo gente!

E não para por aí: tem ainda três tons de blush e quatro pó faciais, todos mineralizes. Pors lábios a linha possui quatro tonalidades lindas de batons(adoramos o corado natural do Gem of Roses!) e quatro cores de glosses. Ufa, é coisa pra caramba hein! Haja listinha de desejo….hehe.coleção Semi Precious começou a ser vendida aqui no Brasil este mês. Vocês encontram a linha nas lojas físicas e online na Sacks nesse link aqui!

Contrução de Marca de Moda

Vai rolar nesse sábado, dia 10, na ESPM do Rio, um workshop organizado pelo queridinho Instituto Rio Moda, super importante pra quem ama marketingmoda


E desempenhando o papel de falar sobre esse tema tão importante e delicado, que pode levar uma marca ao sucesso absoluto ou deixá-a alí paradinha no mesmo lugar,André Carvalhal, que já passou pelas agências Publicis Salles Norton, Salles Chemistri, JWT e RMG Connect,

quarta-feira, 7 de setembro de 2011


As transformações da moda ocorridas na Europa com a Primeira Guerra Mundial

As vestimentas femininas com o advento da Primeira Guerra MundialO Continente Europeu sofreu terrivelmente com a Primeira Guerra Mundial. A guerra sempre foi sinônimo da mais forte expressão da dor, pois ceifa, arruína, destrói vidas, família, tudo por onde passa. Mais de vinte milhões de pessoas morreram nesse conflito, a economia ficou paralisada e gerou o caos inflacionário, grandes epidemias ocorreram, houve decréscimo de produção de alimentos e, consequentemente, fome. Uma sociedade em tempos de guerra sofre muitas e severas transformações.
As vestimentas femininas com o advento da Primeira Guerra Mundial
A partir desse cenário as mulheres foram observadas de outra forma. Elas, historicamente repelidas a um papel reduzido socialmente, passaram a ter destaque como propulsoras de uma sociedade decadente, onde os homens deixavam suas famílias, lares, pátria, para ir ao “front”. Neste momento acompanhou-se a passos lentos a libertação da mulher e o declínio do prestígio familiar e cristão. Apareceu um novo modelo de casamento.
Quando o homem voltou da guerra mudou em muito o seu comportamento no contexto familiar, ele passou a participar mais das tarefas domésticas. E a mulher, ao encarregar-se dos cargos de trabalho fora de casa, enquanto os homens estavam fora, aprenderam as funções do mercado de trabalho adquirindo certa independência econômica que as levou a reclamar os mesmos direitos que os homens tinham.
A vida social ficou limitada. Os belos espetáculos praticamente desapareceram, com isso a moda feminina ficou menos elaborada e consequentemente menos enfeitada. Diante de mudanças radicais e de um cenário sem esperança, as mulheres buscaram preencher suas insatisfações, aflições, por meio da preocupação com a sua aparência física e mudanças na vestimenta feminina. 

Muitas das novas ocupações com o trabalho exigiram uniformes, incluindo calças. Assim, uma visão militarista invadiu os figurinos de moda, como jaquetas com estilo militar, cintos e palas. Os estilistas eram inspirados pelo momento em que viviam. Nesse contexto podemos dizer que a Europa viveu dias de grande espírito criativo no mundo da moda. Muitos estilos inovadores nasceram dessa paisagem crítica, como a da jovem Gabrielle Chanel, mais conhecida como “Coco Chanel”.
Nessa época, o espartilho foi deixado para trás e foi substituído pela cinta elástica, a quantidade de tecido das roupas diminuiu em razão da falta de matéria-prima e de grande parte das fábricas estarem fechadas devido à guerra. Assim ocorreram adaptações nas vestimentas femininas. As roupas ficaram mais curtas, as calças, mais largas; as saias e casacos, retos. Em 1915 a altura das saias ficou um pouco acima dos tornozelos.
Os chapéus diminuíram de tamanho e eram pouco enfeitados, bem discretos. Esses chapéus viraram moda e passaram a ser chamados de chapéus “cloche”; especialmente criados para acompanhar os cabelos curtos e penteados que estavam na moda “la garçonne”. Esse modelo acentuava um estilo esportivo e prático. Na maquiagem, a tendência era o batom.  A boca era carmim, em forma de coração. A maquiagem era forte nos olhos, as sobrancelhas tiradas e o risco pintado a lápis. O intuito da maquiagem era que a pele ficasse bem branca.
As cores neutras e a cor negra preponderaram nos anos da guerra, contrastando com o cenário lastimável da guerra, um sinal da falta de esperança, desolação e de morte. Fatos interessantes ocorreram no período, como a publicação de revistas de moda apresentando modelos de roupa para o luto em páginas inteiras. Foram organizados diversos desfiles de moda com o intuito de arrecadar fundos aos esforços de guerra e também aos desprotegidos e aos refugiados.
Podemos dizer que a vida simplificou-se e não parou. Isso quer dizer que “A Primeira Guerra Mundial” devastou e ao mesmo tempo inovou o mundo da moda. A guerra trouxe carência, simplicidade e severidade para a população e, naturalmente, afetou a beleza e a moda.  A história da moda sempre esteve unida às transformações sociais, distinguindo classe, idade, momento. Consequências de um tempo onde a desordem imperava.
Por Lilian Aguiar
Graduada em História
Equipe Brasil Escola

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Lenços!!

Nova PastaOs lenços são acessórios indispensáveis para dar um up grade  nas produções de moda. Seja no guarda-roupa de inverno ou verão, lá estão eles, conferindo graça e glamour aos looks dehomens e mulheres.  A temporada da Spring Collection 2011 traz os lenços não só como acessórios para enfeitar os cabelos, como também as bolsas das mulheres antenadas ( já falamos sobre isso por aqui, lembra?).
As grifes Fendi e a Philosophy confirmaram essa tendência para as suas coleções resort 2012.  A moda foi inventada  pela  socialite americana e ícone de estilo Barbara “Babe” Cushing Mortimer  Pailey na década de 50, e agora está de volta.  O legal é que não importa o modelo da bolsa, basta você escolher um belo lenço, criar o seu modo de amarrá-lo e arrasar!

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Decoração!!!!

Encontrei esse site de decoração e estou apaixonada, pela misturas de cores , dos móveis, ...
 designer de interiores abigail Ahern 

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Quanto mais melhor!!
Adoro misturar td!!


 
Corujismo em alta!!

Adorei esse look!!

Adoro essa mistura de caveira, jeans, acessorios....
Podemos completar com uma linda jaqueta de couro!!
Ai vai a dica!!